terça-feira, março 31, 2009

segunda-feira, março 30, 2009

A Importância de Ser um Bom Exemplo aos Filhos

Por Cotton Mather

Seu exemplo pode fazer muito no sentido da salvação de seus filhos, suas obras irão trabalhar mais sobre seus filhos do que suas palavras; seus padrões farão mais do que seus preceitos; sua imitação mais do que seus conselhos.

O que foi dito aos Pastores, em Tito 2:2, pode com muita justeza ser dito aos pais: "Em todas as coisas mostra-te padrão de boas obras"; e em 1Timóteo 4:12:

"Sê o exemplo na palavra, no trato, na caridade, no espírito, na fé, na pureza".

Será impossível a você inspirar qualquer bem em seus filhos, se você mesmo está vazio do bem. Se um caranguejo velho anda para trás, não faz sentido que o jovem ande para frente: Senhores, os jovens seguirão os velhos. Você tem seus filhos principalmente em ordem com o temor e a fé em Deus?

Pense nessa passagem, em Atos 10:2: "Cornélio era um homem piedoso e temente a Deus, com toda a sua casa". Pense nessa passagem, em Atos 18:8: "Crispo creu no Senhor, com toda a sua casa".

Parece que, a casa inteira, é algo como [os filhos] fazerem o que os pais fazem. Isto é o que Agostinho diz, num lamento comum: Nolumus esse meliores quam patres, não seremos melhores do que nossos pais: se os pais fizerem bolos à Rainha dos Céus, os filhos acenderão as fogueiras.

Justino, o Mártir, indaga em certo lugar por que o profeta Eliseu imprecou a vingança do céu sobre as crianças que zombavam dele, quando as crianças dificilmente se dariam conta do que estavam fazendo? E ele responde: Os filhos aprenderam sua linguagem perversa com seus pais, e agora Deus puniu a ambos de uma só vez.

Pais, não deixem que seus filhos vejam coisa alguma em vocês, exceto aquilo que é recomendável e digno de imitação. Tornem-se capazes de dizer à suas crianças: Meu filho, me siga, como você me vê seguir a Cristo.

Deixe a eles sua seriedade, e sua clemência, e seu zelo, e sua santificação do Dia do Senhor por ensino de como eles devem andar e agradar a Deus. "Dirija-os" bem; "Mostre" como se faz!

Fonte: Revista Fé para Hoje, Editora Fiel - recebido por e-mail de um amigo pastor.


Veja um excelente vídeo sobre a importância do exemplo dos pais (em inglês)


Veja este vídeo com legenda (clique).

domingo, março 29, 2009

quinta-feira, março 26, 2009

Ester 5

A rainha Ester, disposta a salvar seu povo contra o firmado decreto real, plano de Hamã, se pôs diante do trono do rei que teve misericórdia no pátio interno do palácio. Ele estendeu seu cetro, dando a ela permissão para falar.

Antes do pedido de Ester, o rei garantiu a ela metade do reino caso este fosse seu desejo, mas ela somente pedira pela presença do rei e de Hamã em um banquete preparado por ela.

Atendido ao pedido, ambos compareceram ao (primeiro) banquete feito por Ester, onde o rei voltou a questioná-la sobre seu pedido. Ela disse para que ambos comparecessem ao (segundo) banquete e lá ela responderia à pergunta do rei.

Depois do (primeiro) banquete, Hamã voltou contente para casa, vangloriando-se de sua riqueza, filhos e posição no reino. Seu descontentamento (fúria) estava no procedimento de Mardoqueu que não se levantou quando Hamã deixou o palácio.

Então sua mulher, Zeres, e amigos, sugeriram que fizessem uma forca para Mardoqueu e o executasse pela manhã, antes do banquete. A sugestão agradou a Hamã.

Verso de destaque
10b - Reunindo seus amigos e Zeres, sua mulher, Hamã vangloriou-se de sua grande riqueza, de seus muitos filhos e de como o rei o havia honrado e promovido acima de todos os outros nobres e oficiais.

quarta-feira, março 25, 2009

Ester 4

Mardoqueu, quando soube do decreto contra seu povo, ficou de luto. Judeus de todo reino pranteavam por causa do decreto feito em nome do rei.

Hatá, um dos oficiais do rei, a pedido da rainha Ester, foi verificar o que se passava com Mardoqueu. Depois de explicar sobre o decreto, ele pediu que Ester intercedesse pelo povo judeu ao rei. Todavia, uma lei a impedia: o rei deve ceder a palavra para que alguém fale com ele, caso contrário, tal pessoa seria morta.

Mardoqueu então expressa conhecimento e fé em seu Deus. Ele sabia que por um meio ou por outro, o livramento chegaria aos judeus. Ele cria que a posição atual de Ester, como rainha, era providencial para o desenvolvimento da vontade divina.

Ester corajosamente decide seguir a sugestão de Mardoqueu e interpelar ao rei.

Verso de destaque:
14 - pois, se você ficar calada nesta hora, socorro e livramento surgirão de outra parte para os judeus, mas você e a família do seu pai morrerão. Quem sabe se não foi para um momento como este que você chegou à posição de rainha?

Ester 3

Certa vez o rei Xerxes honrou Hamã, promovendo-lhe acima de todos os outros nobres. Conforme as ordens do rei, todos deviam se prostrar diante dele. No entanto, Mardoqueu assim não procedia.

Hamã ficou irado quando viu que Mardoqueu não se curvava. Para Hamã, não bastava eliminar Mardoqueu e sua insolência, mas todo o povo Judeu do império de Xerxes.

Escolhido o dia para execução do genocídeo, Hamã disse ao rei que o povo judeu tinha costumes muito diferentes de todos os outros povos e que não obedeciam as leis do rei. Xerxes então concedeu a Hamã que fosse feito a sua vontade e lhe entregou seu anel-selo, sendo assim feito no nome do rei.

Foram enviadas cartas à cada província do reino para o conhecimento de todos, de que no décimo segundo mês (adar), o decreto de eliminação do povo judeu sucederia.

Versículo de destaque:
2b- Mardoqueu, porém, não se curvava nem se prostava diante dele (Hamã).

terça-feira, março 24, 2009

Ester - Introdução

Falhei em não ter escrito antes uma rápida introdução acerca do livro de Ester. Segue agora:

O título do livro leva o nome de seu personagem principal, que aparentemente é um nome que deriva da palavra "estrela". Ester também tinha seu nome hebraico, Hassada, que significa "murta", gênero de plantas arbustivas que serve de tipo às mirtáceas (priberam).

O autor do livro é desconhecido, mas provavelmente um judeu da dispersão, morador da Pérsia. A data de escrita do livro foi entre 450 e 350 a.C.

Segundo o teólogo Carlos Osvaldo Pinto, a mensagem do livro é: "a fidelidade de Deus à aliança abraâmica é demonstrada na maneira soberana e providencial como Ele preserva Seu povo do ódio gentílico, mesmo quando Israel está alheio à intervenção divina na história."

Veja a frase resumo (em inglês) do teólogo David John Merkh (também pastor na PIBA - Primeira Igreja Batista de Atibaia):

Esther shows God's loving care
even when He seems not there

Os dados para esta breve introdução foram extraídos do livro Foco e Desenvolvimento no Antigo Testamento, de Carlos Osvaldo Cardoso Pinto, Ed. Hagos, com exceção a frase do David Merkh.



sábado, março 21, 2009

Ester 2


Xerxes se lembrou do decreto que fez sugerido por Mecumã e pediu que procurasse as mais belas virgens em seu reino, para que depois de um ano de tratamento de beleza, como prescrito, fosse elas apresentadas a ele.

Mardoqueu, judeu da tribo de Benjamim, que fora levado de Jerusalém no tempo de Nabucodonosor, tinham uma prima chamada Hadassa, conhecida como Ester, que era muito atraente. Mardoqueu era, além de primo, seu pai adotivo.

Ester, sem revelar a que povo pertencia, pois Mardoqueu a proibira, foi trazida ao harém do palácio e tão brevemente agradou a Hegai, oficial responsável pelo harém, que a favoreceu. Ester então ganhou a aprovação do rei quando ela lhe foi apresentado, tornando-se a rainha no lugar de Vasti.

Ester, mesmo com tal posição, ainda seguia as instruções de Mardoqueu, que certa vez descobriu o plano de dois guardas que conspiravam contra Xerxes. Ele contou para Ester que os delatou ao rei em nome de Mardoqueu. Isso foi escrito nos registros históricos do rei.

sexta-feira, março 20, 2009

Ester 1 - Resumo

Começarei a escrever um novo capítulo neste BLOG, resumos de alguns livros bíblicos. Ester foi meu primeiro livro escolhido.


O rico rei Xerxes deu um banquete para ricos e pobres. No sétimo dia de festa o rei pediu a presença da bela rainha Vasti, que se recusou em atender o pedido do rei, deixando-o indignado.

Em função desta atitude, o rei consultou especialistas da lei. Memucã, um deles, sugeriu que Xerxes decretasse que Vasti nunca mais comparecesse em sua presença e o rei tivesse outra rainha em seu lugar. Assim, as mulheres de todo reino respeitariam seus maridos. A proposta do especialista foi bem vista e aceita pelo rei Xerxes.

quarta-feira, março 18, 2009

Martinho Lutero - temo mais o que vem de fora


"I more fear what is within me than what comes from without."

(Tradução livre) "Eu mais temo o que está dentro de mim do que aquilo que vem de fora de mim."

sexta-feira, março 13, 2009

segunda-feira, março 09, 2009

Tom Drout: Amar e Dar


Though you can give without loving, you can’t love without giving.

(Tradução) Mesmo que você possa dar sem amar, você não consegue amar sem dar.

-- Tom Drout

quarta-feira, março 04, 2009

Pesquisa 20 - Carnaval

Há algum tempo tenho tido o desejo de, um dia por semana, ficar em praça pública e fazer uma rápida pesquisa com pessoas que por ali passam e aceitam responder a um breve questionário. Meu intuito é apresentar a salvação existente somente em Jesus Cristo através dos tipos de perguntas e comentários que faço em função das respostas que eu ouço.

Esta semana foi a primeiro vez que eu o fiz. Havia basicamente três perguntas:
1. O que a época do Natal significa para você?
2. Há espaço para Deus nos dias de carnaval?
3. Houve espaço para Deus nos seus dias de carnaval? Como?

Responderam ao questionário 9 mulheres, e 11 homens, totalizando 20 pessoas. Esta é uma das razões deste questionário se chamar pesquisa 20. Este é o meu número alvo de pessoas.

Respostas
1. O que a época do Natal significa para você?
  • Nada
  • Descanso
  • Festa
  • Tédio
  • Tempo ruim
  • Alegria carnal
  • Bagunça
  • Quaresma
Essas foram algumas das respostas, sendo as duas primeiras com 5 votos cada.

2. Há espaço para Deus nos dias de carnaval?
50% dos pesquisados responderam que sim, e 50% responderam que não.

3. Houve espaço para Deus nos seus dias de carnaval? Como?
  • Sim, fui à igreja
  • Sim, orei a Deus
  • Sim, através de minha alegria
  • Sim, agradecendo a Deus
Comentários
Fiquei surpreso por não ter tido resposta de nenhum folião. O "feriado" do carnaval parecia um alívio por causa da oportunidade de descanso que as pessoas podiam ter. Deus tem e não tem espaço durante o tempo de carnaval, de acordo com as respostas que obtive. Aqueles que diziam que não, claramente pensavam na folia e festa que o feriado proporciona. Eles disseram, na maioria, que Deus não tem espaço para essas pessoas. Por outro lado, os que justificaram a resposta positiva, disseram que orando e indo à igreja eram meios de se buscar a Deus no meio do carnaval. Outra resposta foi que Deus é buscado individualmente e que cada pessoa tem seu modo de relação com ele. Será mesmo assim?

Ir à igreja se mostrou uma grande forma de se relacionar com Deus. Houve um entrevistado que ficou envergonhado de ser um católico praticante, mas que deixou de ir à igreja na quarta-feira de cinzas. Nenhum dos entrevistados negou a existência de Deus, mas alguns disseram que Deus se faz no coração de cada um, ou seja, cada um tem sua forma de relação com Ele, e assim, não há um certo ou errado. Outra coisa que ouvi muito foi que ser uma "boa pessoa" importa muito para Deus. Quem se lembra do trecho de Rm 3.12?

Todos se desviaram, tornaram-se juntamente inúteis; não há ninguém que faça o bem, não há nem um sequer (NVI).

Oportunidades
Tive a chance de conversar com o Sr. Osvaldo por cerca de 20 minutos. Ele gostava muito de falar e me pareceu ser uma pessoa bastante informada dos acontecimentos cotidianos. Ainda tenho o sentimento que me encontrarei com ele naquela praça futuramente. Oro por isso.

Uma moça me perguntou: "para que essa pesquisa?" Esta é uma pergunta que abre uma grande oportunidade para dizer sobre Jesus Cristo. Infelizmente a maioria dos entrevistados estão com pressa e não querem se prolongar nas respostas ou mesmo nas conversas que cercam o tema da pesquisa.

Espero ser sempre destemido ao apresentar o Reino de Deus para pessoas que o desconhecem. A "pesquisa 20" é uma forma criativa de abordar pessoas e informá-las da iminente condenação existente por causa do pecado de cada homem e mulher, focando na solução ou salvação desta condenação.

segunda-feira, março 02, 2009

Thomas Jefferson: Honestidade e sabedoria


Honesty is the first chapter in the book of wisdom.


(Tradução) Honestidade é o primeiro capítulo no livro da sabedoria.

-- Thomas Jefferson